domingo, 13 de maio de 2007

Cansei de tudo

Gostaria eu de um dia poder
Deitar sobre a relva num belo amanhecer
E ali ficar para todo o sempre
Minhas pernas se tornariam raizes
Meu peito ,tronco
Meus braços ,galhos
E meus cabelos ,folhas
Viveria feliz como um forte salgueiro
E não seria mais importunado pela vida humana
Até o dia que para construir um condominio
Eu fosse serrado ao meio
E sangraria sangue humano
Pois no interior a minha humanidade ainda estaria lá
E agora eu estaria livre dela finalmente
E poderia finalmente vagar por ai
Como um espirito livre

Um comentário:

Nathy disse...

Não queria saber que você tá assim...

Amo-te!