quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

Dor presente

Dor presente
Eu deveria estar contente?
Com esta vida sem amor?
Essa vida com dor?
Eu ainda me pergunto
Se eu deveria estar junto
De você naquela noite
Em que tudo se desfez
E se refez para se destruir
E fazer ruir
As bases do nosso amor
Naquele dia percebi
Que o amor não é pra mim
Então decidi por um fim
Neste poema ruim

Um comentário:

°Intelecto° disse...

Seus poemas são sempre lindos.

Só não gosto do tom de tristeza...

Por isso, tome um sorrisão agora *entregando o sorrisão*

Te amo!

Beijos!